Publicidade
Publicidade
Publicidade
11:22 Dom
17/12/2017
FLAMENGO LEVA COPINHA

Goleiro Thiago brilha e garante o tri do Fla na Copinha sobre o Timo

Na disputa por pnaltis, camisa 1 rubro-negro perde a sua cobrana, mas defende duas alvinegras no Pacaembu, aps empate em 2 a 2 no tempo normal


O JOGO
No pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal, o Flamengo conquistou o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2016. No Pacaembu, que era a casa do Corinthians até 2014, e no dia do aniversário de 462 anos da capital paulista, o "visitante indigesto" venceu por 4 a 3 nas cobranças. Foi o terceiro triunfo do Fla na competição, atualmente sub-20 – já tinha ganho em 1990 e 2011. O Timão continua na liderança das conquistas da Copinha, nove vezes.

O HERÓI DO TÍTULO
No tempo normal, o goleiro Thiago já havia brilhado com pelo menos duas grandes defesas, em chutes de Gustavo Tocantins e Claudinho. Mas foi na hora dos pênaltis que o defensor rubro-negro se agigantou. Embora tenha desperdiçado a sua cobrança, ele defendeu duas cobranças e saiu como grande herói da conquista rubro-negra.

O MELHOR DO CAMPEONATO
Vice-artilheiro da Copa São Paulo de Futebol Júnior, com sete gols, o atacante Felipe Vizeu, do Flamengo, foi eleito o melhor jogador da competição.

PROVOCAÇÕES ENTRE GOLEIROS
Durante as cobranças de pênaltis, os goleiros Filipe, do Corinthians e Thiago, do Flamengo, trocaram provocações. Tudo começou quando o alvinegro defendeu a cobrança do rubro-negro. Ele ironizou o fato do companheiro ser um dos batedores. Na sequência, Thiago defendeu a cobrança de Claudinho e ironizou o adversário. Patrick, na batida seguinte, garantiu o título flamenguista.

FANTASMA DE ALEXANDRE PATO
Novamente uma decisão por pênaltis, novamente um jogador do Corinthians tentou bater com cavadinha e novamente um erro. Assim como ocorrido com Alexandre Pato em partida contra o Grêmio, em 2013, o meia Matheus Pereira foi um dos vilões da derrota alvinegra por desperdiçar sua cobrança da mesma maneira. A bola foi por cima da meta de Thiago.(globo.com)

Comentrios